Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Projeto "Tô ligado! – Conectando Trajetórias" forma parcerias em Pelotas

Publicação:

Secretária Regina Becker e a prefeitura de Pelotas, Paula Mascarenhas, durante apresentação do projeto.
Secretária Regina Becker e a prefeitura de Pelotas, Paula Mascarenhas, durante apresentação do projeto - Foto: Foto: Gustavo Vara / Prefeitura de Pelotas
Por Laura Píffero

Pronto para ser lançado oficialmente em setembro, o projeto “Tô Ligado! – Conectando Trajetórias”, da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Stas), teve uma apresentação preliminar em Pelotas no início desta semana.

O objetivo do programa é promover ações de assistência social, qualificação e geração de emprego e renda que resultem em oportunidades à juventude.

A prefeita Paula Mascarenhas colocou o município à disposição para o desenvolvimento dessas ações e projetos, apresentando resultados do Pacto Pelotas pela Paz, que é formado por um conjunto de estratégias que buscam a redução da criminalidade e a promoção de uma cultura de paz, a partir de ações que passam por toda a sociedade.

Foram programadas novas agendas no âmbito do RS Seguro e do Tô Ligado!, para aproveitar a expertise do município na gestão de casos e integração das redes de saúde, assistência social, educação, direitos humanos.

“Buscamos essas parcerias e troca de experiências, convidando o município para participar do Grupo de Apoio ao Programa (GAP). Vamos, prioritariamente, levar as ações do Tô Ligado! aos 18 municípios do RS Seguro, no qual Pelotas está inserido”, disse a secretária de Trabalho e Assistência Social, Regina Becker.

Também estiveram presentes representantes da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) e do Sine local, a assessoria técnica do programa RS Seguro, o vice-prefeito Idemar Barz, o secretário municipal de Assistência Social, Luiz Eduardo Zimmermann Longaray, e o secretário municipal de Segurança Pública, Aldo Bruno Ferreira.

Texto: Laura Píffero/Ascom Stas 

STAS - Secretaria do Trabalho e Assistência Social