Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Estado faz entrega de mais de 150 cestas básicas a aldeias indígenas de Porto Alegre

Publicação:

REI 8966
Aldeia indígena Charrua recebeu 20 cestas básicas - Foto: Felipe Farias
Por Carolina Zeni/Ascom SICDHAS

A Secretaria da Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social (SICDHAS), em parceria com o Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL), do Ministério Público, distribuiu 156 cestas básicas à população indígena de Porto Alegre dentro da ação Segurança Alimentar: Um Direito de Cidadania em Tempos de Pandemia.

REI 8871
Aldeia indígena Anhetengua Guarani recebeu 38 cestas básicas

As entregas da manhã foram realizadas pela secretária da Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social, Regina Becker, nas aldeias indígenas Fag Nhin, Anhetenguá e Charrua, que receberam, respectivamente, 40, 38 e 20 cestas básicas. À tarde as aldeias Vãn Ká, no bairro Extrema, Kômag, no bairro Boa Vista do Sul e Tupe Pân, no bairro Tristeza receberam mais 52 kits alimentação, que são compostos por açúcar, arroz, biscoito, café, farinha de milho, feijão, leite em pó, massa, óleo de soja, sardinha e sal, totalizando 25 kg de alimentos.

REI 8938
Secretária Regina Becker foi recebida pela cacica-geral da aldeia Charrua no RS, Aquab - Foto: Felipe Farias

“Essa é uma ação muito importante em parceria com o FRBL, pois beneficia pessoas em vulnerabilidade social no Estado e auxilia parte das necessidades mais básicas das famílias afetadas pela pandemia, como é o caso dos indígenas”, disse a secretária, que conversou com os caciques Samuel da Silva, da aldeia Fag Nhin, José Cirilo Pires, da aldeia Anhetenguá e Guaima de Moura e cacica-geral Maria do Carmo, da aldeia Charrua. “Eu sou a primeira mulher cacica da aldeia Charrua no RS e receber essas doações da senhora é muito importante para todos nós”, disse Maria do Carmo, também conhecida na comunidade por Aquab.

REI 8774
Ação ocorre em parceria com o Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL) - Foto: Felipe Farias

A ação é oriunda do repasse de R$ 1,5 milhão via proposta emergencial e convênio com o FRBL, possibilitando a aquisição de mais de 10 mil cestas básicas a serem destinadas a entidades que atendem famílias em situação de vulnerabilidade em todo o Estado, entre eles a população indígena, PcD, LGBTs e povos de matriz africana.

Nesta sexta-feira (1º de outubro), há previsão de entrega de mais 162 cestas em aldeias indígenas de Camaquã (Yygua Porã, Guavirá Poty, Yvy’a Poty, Tenondé e Ka’aMirïndy), Mariana Pimentel (aldeia Mirin) e Barra do Ribeiro (Porã, Nhu'u Poty, Passo Grande, Ka'aguy Porã, Guapo'y Douradilho e Yvy Poty).

Veja mais fotos

Aldeias de Torres e Maquiné também foram beneficiadas

Na semana passada, 58 cestas básicas foram entregues aos caciques Mário Lopes e André Bemites, respectivos das aldeias indígenas Nhu-Porã, de Torres e Ka Aguy Porá, de Maquiné. “A pandemia atrapalhou muito a nossa vida, porque não podíamos mais sair para vender o nosso artesanato. Então agradecemos muito esses alimentos”, disse Lopes na ocasião.

SICDHAS - Secretaria da Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social